24/03/2013

Tudo sobre Corretivos!

O corretivo é o cosmético essencial na uniformização da pele, passo fundamental para uma boa maquiagem. Disfarça olheiras, manchas, cicatrizes e espinhas.

O corretivo é uma arma poderosa para disfarçar manchas da pele e olheiras profundas. Eles clareiam e suavizam, eliminando as imperfeições da pele. Na área dos olhos eles atuam para melhorar a microcirculação, minimizando a aparência das olheiras. Com isso, a pele fica com um aspecto mais natural.

Além disso, o corretivo tem a função de iluminar o rosto. Para dar uma iluminada no make de maneira natural, passe um corretivo mais claro na linha do nariz (da testa até a ponta) e entre o queixo e a boca. Use o corretivo para criar pequenos pontos de luz no canto externo dos olhos, e depois realce com pó iluminador. Cuidado para não exagerar.

Aplique o corretivo aos poucos para não atingir uma aparência carregada. Passe camadinhas finas, conforme a necessidade, mas sempre com cuidado para não exagerar.

Para amenizar olheiras e manchas mais escuras, use um tom mais claro que a pele. Para disfarçar espinhas e outros sinais no rosto, use o corretivo no mesmo tom da pele.

Alguns especialistas dizem que o corretivo deve ser usado antes da base, outros afirmam que é melhor depois. Na prática, faça o teste e veja com qual dos métodos sua pele se adapta melhor.

Você pode optar pelo produto cremoso, pelo mais seco, ou então pelo líquido. Com as pontas dos dedos, ou com o pincel, aplique pequenas quantidades ao redor dos olhos e nas pálpebras. Para disfarçar imperfeições, aplique o corretivo sobre o local e depois, com leves batidinhas, espalhe o produto. Cuidado para não ressaltar o que, na verdade, você queria esconder.

A maioria dos corretivos são feitos para tratar a pele minimizando as linhas finas de expressão, com propriedades antioxidantes e proteção solar.


Tipos de Corretivos



Corretivo Cremoso

O produto é o ideal para a área em torno dos olhos, para atenuar os microvazinhos nas laterais do nariz, linhas de expressão, regiões despigmentadas e sardas. Eles deslizam facilmente pela pele e evitam que se formem rachaduras na maquiagem. Esse problema é comum principalmente nas dobrinhas das pálpebras e rugas.

Para disfarçar as olheiras, coloque algumas gotinhas do corretivo nas pálpebras inferiores e depois espalhe dando leves batidas com os dedos. Se você tem uma olheira avermelhada, o primeiro corretivo a ser aplicado é o bege-acinzentado, um tom mais claro que sua pele. Quando é mais escura, o ideal é que seja um bege-amarelado. Mas se é meio esverdeada, o mais recomendado é o bege-avermelhado. Após essa correção de cores você deve aplicar um corretivo da cor de sua pele para uniformizar a maquiagem.



Corretivo Líquido

Para atenuar sardas, cicatrizes e áreas do corpo sem pigmento (pessoas que sofrem com vitiligo e lúpus, por exemplo), pingue gotas do cosmético em uma esponja macia e depois aplique no rosto ou no corpo com suaves batidas.

As versões mais densas são recomendadas para manchas brancas (tom mais escuro) e marcas extensas (tom de pele), pois têm uma fixação maior. Em cicatrizes mais fundas, usa-se uma camada mais generosa e um tom mais claro que a pele. Os produtos mais diluídos são ideais para sardas (tom mais claro). Nesses dois casos é importante ampliar a área de cobertura do corretivo até dois centímetros. Feito isso, deverá esfumar as bordas com a ponta dos dedos para evitar que a região fique mais evidente.



Corretivos mais Secos

Geralmente em forma de bastão ou de lápis, são recomendados para peles com mais espinhas. Há opções com ação secadora, que esconde e evita formação sebácea. Espinhas pedem uma camada sem exageros e um tom acima da pele para dar efeito de profundidade.

Aplique o corretivo com um pincel fino, achatado e de cerdas naturais sobre a área inflamada. Em seguida, friccione levemente com uma esponja macia para retirar excessos. Esfume as bordas para deixar os limites imperceptíveis.



Corretivos Coloridos

São mais poderosos e eficazes. No entanto, seu uso é mais profissional. Eles seguem o princípio de mistura de cores para obter uma outra e conseguem neutralizar a pigmentação da pele. Marcas avermelhadas, como acne, vasinhos e manchas podem ser amenizadas com a cor verde. Para disfarçar sinais arroxeados, como olheiras, cicatrizes e hematomas, use o tom amarelo. Para neutralizar manchas amareladas aplique o lilás. Em todos os casos, o resultado obtido é do próprio tom de pele. Mas se a cor ficar levemente evidente, finalize com uma camada de corretivo bege.



Como aplicar o corretivo?

A aplicação do corretivo não tem segredo, desde que se siga a ordem certa da aplicação dos produtos. Depois do primer, o próximo passo é uniformizar a pele com a base. Na sequência, aplicar o corretivo mais claro nas olheiras e o de tom da pele nas manchas e espinhas.

Para espalhar de maneira uniforme, use um pincel específico ou aplique com a ponta dos dedos, dando batidinhas suaves até a completa aderência do produto. O próximo passo e corrigir as pálpebras, região que costuma ter pequenos vasinhos que podem deixar a pele mais escura. Depois é só aplicar um pó de textura bem leve, apenas para segurar toda a correção anterior.



E você, usa corretivo? Qual é o seu preferido?



Fonte: Beleza e Saúde